CINQUENTA E UMA SENSAÇÕES

de Alexandra Prats Couto

CATÁLOGO BIBLIOGRÁFICO

Rede Bibliotecas de Espinho

TRICOTAR HISTÓRIAS

Às terças-feiras quinzenalmente!

CONTOS E CANTOS PARA INFANTE

Atividades para crianças na Biblioteca!

HORA DOS MAIORES

Atividades para seniores

NO LABORATORIO DO ABECEDÁRIO

Atividades para crianças!

-->

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

LANÇAMENTO DE LIVRO

PORQUE NÃO DESISTISTE DE MIM de Fátima Ribeiro





Fátima Ribeiro nasceu em 1967 Espinho, Portugal. É casada e tem uma filha.

Trabalhou numa empresa multinacional de componentes elétricos para automóveis, através da qual teve a possibilidade de viajar até Inglaterra e Japão.
Desde a sua adolescência que gosta de escrever mas só agora teve oportunidade e coragem para se dedicar à escrita e o resultado é este livro.
Um romance, um sonho tornado realidade.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

LANÇAMENTO DO LIVRO "POR ACASO..."

A jornalista da RTP, Fátima Araújo, apresenta o livro “Por acaso…”, da sua autoria e com prefácio escrito pelo neurocirurgião João Lobo Antunes, no dia 3 de Dezembro de 2014, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva em Espinho pelas 18:00 horas.
O livro “Por acaso…” é uma narrativa jornalística sobre cinco jovens portugueses com Paralisia Cerebral que, apesar das suas limitações físicas, são casos positivos de sucesso, de empreendedorismo social e laboral, de pioneirismo, de integração social bem-sucedida, de auto-aceitação e de auto-superação, jovens exemplos de interacção, que ajudam a desmistificar clichés e preconceitos que a sociedade continua a ter em relação aos deficientes, jovens exemplos de perseverança e exemplos de pessoas úteis e válidas. 

O livro “Por acaso…” aborda não só as questões relacionadas com os projectos profissionais e sociais em que esses cinco jovens portugueses com Paralisia Cerebral estão envolvidos, mas também questões relacionadas com os seus afectos, as suas relações pessoais e a sua sexualidade, questões associadas à sua fé e à forma como a prática desportiva é determinante para a sua auto-aceitação e superação. 
As cinco histórias de vida narradas neste livro são a de Rui Reisinho, um bailarino com Paralisia Cerebral que criou, há 18 anos, a primeira escola de dança inclusiva em Portugal; a de Ana Catarina Rodrigues, uma socióloga com Paralisia Cerebral, activista do MDI - Movimento de (d)Eficientes Indignados, que luta para que sejam implementados em Portugal os institutos de vida independente, destinados às pessoas com deficiência que querem ter uma vida autónoma e que não querem ser institucionalizadas; a de José Pedro Gomes, um informático com Paralisia Cerebral que está a desenvolver uma aplicação para as pessoas com Paralisia Cerebral que não falam e que têm debilidades nos membros superiores (mãos) poderem usar telemóveis, tablets e computadores através do olhar; a de Fátima Ferreira, uma professora do Ensino Básico com Paralisia Cerebral, autora de um livro publicado e ex-campeã de natação adaptada; e a de José Rui Silva, um informático com Paralisia Cerebral, praticante de vela adaptada, que quer desenvolver sistemas de informação e tecnologias de informação que permitam dinamizar a criação de postos de trabalho para pessoas com deficiência. 
"Por Acaso…" nasce no âmbito duma parceria entre a Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) e a empresa IMOA - Clothing for All, uma empresa sedeada em São João da Madeira, que se enquadra no conceito de empreendedorismo social e que produz roupas inclusivas, susceptíveis de serem usadas por todas as pessoas, independentemente de terem deficiência e incapacidade física ou não, sendo que algumas dessas peças de roupa têm especificidades técnicas adaptadas a pessoas com deficiência, a acamados e a doentes em cuidados paliativos.
O livro "Por acaso..." abraça, assim, uma causa solidária, tanto mais que parte das vendas do livro reverte a favor da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC).
A Paralisia Cerebral em Portugal
A Paralisia Cerebral é a deficiência motora mais frequente na infância. Caracteriza-se por um con¬junto de défices permanentes dos movimentos e da postura, causados por algum distúrbio no encéfalo durante o desenvolvimento do feto na gravidez ou depois do nascimento. 
Essas debilidades motoras são, em muitos casos, acompanhadas de perturbações de comunicação e de comportamento, perturbações sensitivas, de percepção e de cognição, por Epilepsia e por problemas musculares. Apesar disso, mais de 40% das pessoas com Paralisia Cerebral tem uma inteligência normal. 
A Paralisia Cerebral ocorre em cerca de 2 bebés por cada 1000 nados-vivos. Existem, em Portugal, mais de 20 mil pessoas com este problema. Por ano, surgem no nosso país 200 novos casos. 50% desses casos tem na sua origem nascimentos prematuros. 
O parto pré-termo (prematuro) é o maior factor de risco para provocar Paralisia Cerebral. Cerca de 10% dos casos de Paralisia Cerebral são explicados por asfixia durante o trabalho de parto. Fertilização in vitro, malformações no feto, factores genéticos, infecções congénitas e perinatais, infecções intra-uterinas, problemas vasculares ocorridos durante a gravidez e gestação múltipla são factores que contribuem igualmente para o nascimento antes do tempo e que podem também estar na origem da Paralisia Cerebral. 
Este distúrbio manifesta-se de diferentes formas nas diferentes pessoas. Existem, por isso, diferentes tipos de Paralisia Cerebral, que pode ser classificada em espástica, discinésica, atáxica, hipotónica e mista. 
Uma avaliação feita em Portugal, em 2006, a todas as crianças com Paralisia Cerebral nascidas em 2001 (avaliação feita no âmbito do Programa de Vigilância Nacional da Paralisia Cerebral aos 5 Anos de Idade), concluiu que mais de 45% das crianças com Paralisia Cerebral tinha uma dependência de tercei¬ros para toda a vida.

LANÇAMENTO DO LIVRO "SOPRO"

Leonor Sobral nasceu em Lisboa, em 1954, casada, mãe de dois filhos, é licenciada em Biologia, pela Universidade do Porto. Fez o Curso de Gestão de Projetos de Educação Ambiental em 1998 e uma pós-graduação em Gestão Ambiental em 2001. Docente requisitada ao abrigo do protocolo entre o Ministério da Educação e o Ministério do Ambiente, a partir de 1998, na Coordenação de Projetos de Educação Ambiental, articulados entre a ONG, a APA (ex. IA), as Autarquias e as escolas, até 2011. 
Atualmente é docente na Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira, em Espinho. Co-autora de várias obras de divulgação, entre as quais: “Trilhas de Interpretação da natureza”, “A Escola Ajuda a Fauna Autóctone”, “Viver a Natureza em Ambiente Urbano”, “As crian-ças e a Natureza”, “Vamos Cuidar da Atmosfera”, “Protege a Fauna e a Flora Dunares”, “Guia das Boas Práticas do Litoral”, “Vamos Proteger os Morcegos”, Guedes, L. e P. Santos, Edição FAPAS. Participou em várias Antologias Poéticas, e, é autora do livro infanto-juvenil “Os Eco-Heróis no Planeta Verde”. Tem vários artigos temáticos publicados em Jornais e revistas. Tempos livres, dedica-se à escrita e ao canto. Exerce o Ministério de Salmista.”

sábado, 22 de novembro de 2014

1.º ANIVERSÁRIO BEBÉTECA

1 ano de Bebéteca

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

COMEMORAÇÃO 1.º ANIVERSÁRIO BEBÉTECA


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

28.º ANIVERSÁRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

EVENTOS EM NOVEMBRO 2014

SEM SOBRAS - SEMANA EUROPEIA DA PREVENÇÃO DE RESIDUOS'14


1 A 30 DE NOVEMBRO
No âmbito da adesão à “Semana Europeia da Prevenção de Resíduos’14”, a Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, em parceria com a LIPOR, vai promover, no mês de novembro, o projeto “Sem sobras”. Esta iniciativa consiste na recolha de sobras de pão nas padarias e restaurantes aderentes ao projeto, para posteriormente alimentar 100 galinhas que são vendidas na Feira de Espinho.
Os munícipes também podem participar, deixando na Biblioteca Municipal as suas sobras de pão. Participe e diminua o desperdício alimentar!

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "LÁGRIMAS AO VENTO"

Dia 25 de Outubro 2014
“LÁGRIMAS AO VENTO” de Teresa Costa


Teresa Costa
“Nasceu em Pessegueiro do Vouga, uma aldeia situada a 30 km da cidade de Aveiro. Com cerca de 4 anos de idade partiu para Angola com os pais, onde viveu até aos 14 anos. Muito cedo começou a ter contacto com a leitura através da biblioteca itinerante da Gulbenkian. A sua grande paixão era Florbela Espanca e António Gedeão. Sempre muito amante da leitura, refugiava-se no campo ou no seu quarto para ler. Nunca foi de ter muitos amigos, preferindo sempre a leitura como companhia. Já na escola secundária, com cerca de 14 anos começou a sua paixão pela escrita. Escrevia contos e poesia que guardava em cadernos como se de um tesouro se tratasse. Aos 16 anos viveu o 25 de Abril, na altura a residir em Viana do Castelo. Passou essa fase de revolução que a marcou bastante, assim como a influenciou na sua escrita, tendo escrito muitos poemas alusivos à conquista da liberdade. Viveu alguns anos na Nigéria. Depois partiu para a Jordânia onde viveu 2 anos, junto ao mar morto. Esteve alguns anos sem escrever, tendo-se dedicado à família. Há cerca de dois anos voltou a escrever...”
A apresentação estará a cargo do escritor José Alberto Sá.


ONDA ROSA

De 15 a 31 de outubro 


A Biblioteca Municipal José Marmelo Silva associou-se à "Onda Rosa" promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. Durante a segunda quinzena do mês de outubro, irão decorrer várias iniciativas, para marcar o "Dia Mundial da Saúde da Mama", assinalado a 15 de outubro, e o "Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama", celebrado no dia 30 do mesmo mês.


sexta-feira, 17 de outubro de 2014

terça-feira, 7 de outubro de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "ALIMENTAÇÃO: PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL" DE ANTERO COSTA

Antero Manuel Costa nasceu em Espinho, no ano de 1961.
Mestre em Alimentação – Fontes, Cultura e Sociedade (FLUC).
Formador, na área da Restauração e Hotelaria, atualmente desenvolve a atividade no ensino público, lecionando em cursos profissionais.
Foi Campeão Nacional de Hóquei Patins, na categoria de juniores, em 1979, pela Associação Académica de Espinho.
Dedica-se ao artesanato (olaria e mosaico) e outras artes criativas, que de certa forma estejam ligadas à contemporaneidade.
Por norma faz as suas próprias ilustrações. Em 2009 publicou a sua primeira e única obra, em edição limitada e de autor, com o título “O Sonhador de Sonhos”.

Sinopse da obra
“Integram o património cultural as realidades que, tendo ou não suporte em coisas móveis ou imóveis, representem testemunhos etnográficos ou antropológicos com valor de civilização ou de cultura com significado para a identidade e memória coletivas.»
No sentido da valorização e divulgação patrimonial, os conceitos servem de sustentação a uma linguagem e entendimento que, não sendo universal, determinam políticas comuns e relacionamentos entre os estados ou entre as comunidades.
Serve esta obra para estimular a reflexão sobre e levar à sensibilização para alguns aspetos, que podem ajudar a melhor compreender a ideia de salvaguarda do património cultural.
O legado gastronómico, vivo e dinâmico, é um direito coletivo, que confere aos seus detentores uma identidade própria, responsabilizando-os, ao mesmo tempo, pela sua partilha como património da humanidade. Trata-se de garantir a vivência das sociedades em função das suas especificidades, dando-lhes a oportunidade de influenciar, ou seja, deixar a sua marca.”

ATIVIDADES DA BIBLIOTECA EM OUTUBRO 2014

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

terça-feira, 30 de setembro de 2014

LANÇAMENTO DO LIVRO "A CAMINHO DA LIBERDADE COM MÃO NA TERRA E PÉ NO MAR"

A Caminho da Liberdade com Mão na Terra Pé no Mar” de Maria Joaquina Serrano

Esta história começou a bailar dentro de mim, desde a célebre manhã do dia 25 de Abril de 1974 e a partir do momento em que os Capitães de Abril fizeram STOP ao nosso autocarro. Caminhando, deixei-a bailar ao pulsar dos acontecimentos.
Tenho consciência da brandura das minhas palavras ao relembrar a minha passagem pelo bairro. Foram as difíceis vivências de que me fui apercebendo, ao longo dos anos, que criaram em mim a vontade de romancear a rudeza da realidade. Pintei-a com cores suaves e claras e tentei recheá-la de afeto e ternura para oferecer às minhas musas pequeninas, para que, as memórias duma infância sofrida e injusta não sejam relembradas com tanta amargura!
Apesar do esforço para lhes proporcionar a ilusão dum crescer mais harmonioso e feliz, nunca tentei diminuir a carga emocional que carregavam, porque eu, que não descendo nem de ciganos nem de vareiros mas penetrei no âmago mais profundo e difícil do seu viver, não consegui ficar indiferente.”

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

CERIMÓNIA DE ENTREGA DE CERTIFICADO À BIBLIOTECA MUNICIPAL

A Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva vai receber, pela representante da Comissão Nacional da UNESCO, Dr.ª Fátima Claudino, o certificado de biblioteca associada da UNESCO (UNAL), numa cerimónia agendada para o dia 8 de outubro, às 15:30 horas.

Este certificado visa premiar o trabalho desenvolvido no cumprimento das missões consignadas pela UNESCO para as bibliotecas públicas, sendo o principal objetivo desta rede encorajar as bibliotecas a desenvolver atividades no âmbito dos direitos humanos e da paz, do diálogo intercultural, da proteção do ambiente e da luta contra a iliteracia.


O projeto da Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva pretende, na sua generalidade, aproximar os núcleos étnicos e de imigrantes à comunidade local do concelho de Espinho, facilitando a sua integração. Desta forma, agrupando várias atividades no seio da biblioteca e disponibilizando à comunidade novos veículos de conhecimento e de acesso à Biblioteca, à leitura e à informação, desejamos, com os recursos e os serviços de que dispomos, poder proporcionar uma partilha cultural mais alargada.

EXPOSIÇÃO DE PINTURA

“Nós e Vós” de Leonor Sousa e Beta Morais

Exposição até 30 de Setembro

Leonor de Jesus da Trindade Limas Pereira de Sousa, nascida em Vagos a 30 de abril de 1961.
O talento da artista revelou-se desde muito cedo no mundo das artes. Sem possibilidades financeiras de seguir a formação académica desejada, após concluir o ensino secundário na área de Artes, enveredou por uma profissão que é também ela é arte. A arte de esculpir cabelos. A artista já participou em diversas exposições, individuais e coletivas, revelando produção artística intensa e fecunda.
A sua técnica revela-se por várias formas de expressão, compreendendo a pintura figurativa e abstrata, a óleo ou a acrílico, o crochet, a malha, os bordados, a decoração e também a escrita fazem parte da sua arte, à qual se entrega com paixão deixando transparecer uma personalidade carismática e irreverente.
Não recusa a inovação e não limita a sua obra surpreendendo pela constante experimentação.”

Elisabete  da Conceição Ferreira Morais Lopes (Beta Morais)
“Nasceu em Silvalde, Concelho de Espinho, a 07 de Janeiro de 1953.
Estudou em Espinho onde concluiu o ensino secundário. Alguns anos em Paris deram-lhe experiência e preparação para executar hoje a sua profissão num Instituto de Investigação no concelho de Santa Maria da Feira. Desde cedo sentiu uma grande atração pelas artes decorativas, mas o que mais lhe deslumbrava era a pintura.
Mais tarde, encontrou na pintora Sílvia Vale, a ajuda necessária à descoberta do mundo fabuloso da cor e das texturas, ensinando-lhe que em cada cor, faz reflectir um sentimento, um perfume subtil. Neste portfolio dá a conhecer o trabalho que tem vindo a desenvolver numa descoberta pessoal e permanente de horizontes sempre surpreendentes. Tudo isto não seria possível sem a avaliação final da Mestre, Sílvia Vale.”

JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO 2014 "ARTE XÁVEGA EM ESPINHO"

A Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva vai aderir às Jornadas Europeias do Património 2014, subordinado ao tema “Património, sempre uma descoberta”. Pretende-se promover uma atividade lúdica, com crianças dos 6 aos 10 anos, intitulada “Arte Xávega em Espinho”, pois neste concelho ainda se pratica um tipo de pesca que tomou a designação de “Arte Grande” ou “Arte Xávega”, uma atividade piscatória que ainda tem muito de tradicional. A atividade irá consistir no visionamento de um documentário atual sobre a arte xávega e manuseamento de utensílios de pesca. Esta técnica peculiar, da qual devemos destacar o tipo de embarcação e as dimensões das redes, e moldada por um tipo humano original que desenvolveu uma forma particular de organização social, a Xávega assume-se como um fator de primordial importância no património identitário da comunidade espinhense.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

EVENTOS SETEMBRO 2014

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

EXPOSIÇÃO "HISTÓRIAS DA AJUDARIS'13"

O projeto “Histórias Ajudaris”, desenvolvido pela associação "Ajudaris", é uma iniciativa de incentivo à leitura, à escrita e de ajuda aos que mais precisam. A Biblioteca Municipal José Marmelo Silva recebe de 1 a 15 de setembro, uma exposição-venda de livros e uma mostra de ilustrações. No dia 6 decorrerá a apresentação do projeto pela diretora da associação, Rosa Vilas Boas e com a ilustradora Isabel Pelaez
Ajudaris é uma IPSS com estatuto de utilidade pública. As Histórias da Ajudaris são um dos seus vários campos de ação, com vista à promoção da cidadania e da inclusão social.
Iniciadas em 2009 envolvem, presentemente, mais de 5000 alunos, 41 estabelecimentos de ensino e 80 ilustradores.
Os grandes objetivos destas Histórias são:

fortalecer hábitos de leitura e escrita;
despertar a solidariedade;
aproximar a escola das famílias e da comunidade;
fomentar a interação entre gerações;
impulsionar o voluntariado;
promover a inclusão e a integração social através da arte.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

EVENTOS AGOSTO DE 2014

sexta-feira, 11 de julho de 2014

COMEMORAÇÃO DOS 120 ANOS DA FEIRA DE ESPINHO

1 de julho de 1894 - 1 de julho de 2014

No passado dia 1 de Julho de 2014, a Feira de Espinho assinalou os 120 anos de existência ininterrupta. Lugar de memórias, cheio de cores, movimentos e sons, presentes no colorido das frutas e dos legumes, nas barracas iluminadas pela luz do sol filtrada através dos toldos, nos pregões dos feirantes aclamando o melhor preço, dos fregueses que examinam e pechincham, da fidelidade das compras que se estabelecem entre fregueses e feirantes ao longo de uma vida, no trabalho das pequenas empresas familiares, na “confusão” perfeitamente organizada onde tudo parece funcionar na hora e no lugar certo, a feira de Espinho transforma-se num teatro cheio de personagens, cada uma com a sua história. Um lugar mágico, que nos remete ao nosso passado e à nossa infância.

Na passagem dos 120 anos da realização da primeira feira, estamos perante uma instituição singular, património imaterial da nossa cidade, que marca o seu ritmo e o seu pulsar, e que coloca Espinho na rota das grandes feiras europeias contemporâneas. Para assinalar esta efeméride, a Câmara Municipal de Espinho organizou um programa comemorativo que contempla diversas atividades culturais, recreativas e de lazer. As comemorações tiveram início no passado dia 16 de Junho, Dia da Cidade de Espinho, com a apresentação de um filme evocativo da história da feira e prolongar-se-ão por todas as segundas feiras até ao dia 22 de Setembro no espaço da feira semanal.
Programa Comemorativo
Julho / Agosto / Setembro

quinta-feira, 3 de julho de 2014

ENCONTRO ENTRE ALUNOS DE ESPINHO-BERKELEY

No dia 9 de julho irá acontecer o encontro dos alunos das duas Escolas Secundárias de Espinho, com alunos da Universidade de Berkeley, depois de celebrado em janeiro, na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva o protocolo entre estas entidades. Esta iniciativa promovida pela Associação de estudo, cooperação e solidariedade - Mulher migrante em colaboração com a Câmara municipal e a Biblioteca Municipal tem como objetivos: a troca de experiências entre alunos e professores dos dois países; a divulgação e valorização do património cultural português; o espírito de cidadania, multiculturalidade, e humanismo; o convívio entre estudantes americanos do curso de Verão e alunos das escolas secundárias, através de workshops a realizar em Espinho; a utilização das novas tecnologias de comunicação e informação e a divulgação do potencial turístico de Espinho. 

terça-feira, 1 de julho de 2014

EVENTOS JULHO 2014

segunda-feira, 30 de junho de 2014

BRINCAR A APRENDER VERÃO 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014



Vencedores da 22.ª e última pergunta
Maria Guilhermina Lancha
José Carvalho
Carlos Francisco Soares


terça-feira, 17 de junho de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO

A LINGUAGEM DA DANÇA de Rubens Marks
Dia 21 de junho | 15:30 

Cidadão do Mundo, de nacionalidade sueca e portuguesa. Viveu parte significativa da sua vida na Suécia, principalmente aquele que é o período mais importante da formação social, moral, política e cívica de uma pessoa. Formou-se, a nível académico, em Estocolmo e em Uppsala, onde cursou Educação Física, Dança e História de Arte. Ginasta de competição, primeiro, dedicou-se mais tarde à Dança e ao Teatro, revelando-se na criação artística da arte cénica, como coreógrafo, encenador e como director de actores, criando e dirigindo espectáculos próprios de Dança e Dança/Teatro (118 coreografias em 61 espectáculos) e Teatro (9 peças) e trabalhando com Companhias de Teatro na coreografia e na movimentação cénica dos actores (39 colaborações). 

Na área do Desporto, foi treinador de Ginástica Artística e Rítmica. Além da pedagogia de ensino, dedica parte do seu tempo ao estudo e pesquisa ensaística, em diferentes áreas – ensino, arte, filosofia, estética, etc. Foi professor do Ensino Superior em diversas Escolas e Institutos, prelector convidado em algumas Universidades e Centros culturais e trabalha actualmente com Centros de Formação na Formação Contínua de Professores nas áreas da Expressão e Comunicação, Dança e Drama e Desporto. Além da Poesia (com 15 obras editadas, 2 na Suécia e 13 em Portugal) tem vasta obra escrita nas áreas da Pedagogia e da Dança, bem como Ensaios diversos, principalmente como documentação de apoio dos inúmeros cursos que tem dirigido, em Portugal e no estrangeiro.”

quinta-feira, 12 de junho de 2014

MÚSICA COM BEBÉS & PAPÁS


“Fazer música com bebés & papás é antes de mais uma sessão de partilha e sociabilização. Os bebés e respetivos acompanhantes são expostos a um ambiente musical rico, de qualidade, variado em timbres e estilos musicais, com vista à aquisição de um vocabulário e repertório musical. A música e as histórias sonoras contadas transportam-nos para um mundo de fantasia, proporcionando momentos inesquecíveis. Através da observação, da imitação e da experimentação ao longo da sessão os bebés desenvolvem principalmente a perceção sensorial, a linguagem gestual, a coordenação motora e posteriormente e consequentemente, a construção de conceitos de propriedades do som como forte e fraco, rápido e lento, timbres, noção de pulsação, grave e agudo. O bebé aprende mais através da voz humana direta do que por gravação áudio, aprende em relação afetiva, aprende por contraste tímbrico e dinâmico, aprende associando o som ao movimento fluído e relaxado alternado com o de pulsação, aprende associando o som ao estímulo visual não sonoro, aprende com a variedade métrica e tonal, aprende com o contraste entre som/silêncio, aprende mais se o que ouve estiver associado a sílabas neutras e menos a palavras. “ 

Público-alvo: dos 0 aos 36 meses
Sessões mensais 
Inscrições prévias Custos: €7,5 bebé e acompanhante €2,5 acompanhante extra

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “SEM ÁGUA NÃO EXISTEM ILHAS”




Dia 13 | junho 2014
19:00 horas  (Feira do livro na Alameda 8 em Espinho)

Sinopse da obra
“As dunas separavam a casa da aventura. Esculpidas pelo vento, pareciam reinventar-se todos os dias. Com o tempo, muito tempo, milhares de anos, podem solidificar. Pedras arenosas. Connosco o processo é inverso, cristalizamos antes de arejarmos o suficiente.”

Pedro Rui Sousa nasceu em 1982. Natural de Espinho, acumulou vontades e cidades. Foi hoquista, aspirante a astrónomo, mas licenciou-se em Economia e trabalha há alguns anos em gestão de Marketing. Atualmente reside em Macau e trabalha em Hong Kong, depois de ter vivido os últimos anos em Lisboa.
A Literatura e o Cinema são aventuras que se tornaram rotinas. Os livros e os filmes privilégios que se tornaram obrigatórios.

Em 2013, aproveitou a mudança de continente para uma primeira experiência literária. "Sem água não existem ilhas" é o seu primeiro romance. Uma experiência intimista que convida o leitor a entrar e participar. Um filme escrito.

INAUGURAÇÃO DA “FESTA DO LIVRO”

Dia 13 | Junho 2014
Inauguração da Feira do livro (Alameda 8 em Espinho)
18:30 horas

Programa
. Momento musical
. Apresentação do livro “Sem água não existem ilhas” de Pedro Rui Sousa

A “Festa do Livro”, que decorrerá de 13 de junho a 31 de agosto, organizada pela Papelaria/Livraria ABC em parceria com a Câmara Municipal de Espinho, tem como objetivo estimular a leitura e promover a literatura portuguesa.
Estarão à venda uma grande diversidade de obras de várias editoras e com preços convidativos.
A Alameda 8 será o palco desta “Festa do Livro” com a presença de diversos autores, apresentações, lançamentos e sessões de autógrafos. Poderão contar igualmente com uma variedade de eventos culturais, nomeadamente, horas do conto, música e atelier’s.
Organização da Câmara Municipal de Espinho e Livraria ABC
Alameda 8 - Espinho

terça-feira, 3 de junho de 2014

"LER UM LIVRO"


Exposição de Livros de Artista e Gravuras
Maria Afonso

“… A escala reduzida da maior parte das peças desta série de livros-objecto pretende provocar no leitor-observador a ideia do jogo – presente na tridimensionalidade das folhas unidas pelas linhas elásticas e atadas num nó escondido numa peça que serve de “fecho” e que impede de se desmembrar, estimulando, no entanto, a vontade de perceber como se faz…”

Maria Afonso é licenciada em Artes Plásticas e intermédia e possui mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão.
É membro fundador e colabora no Clube de Gravura da Cooperativa Árvore, Porto.
Desenvolve diversos projetos ligados ao desenho, gravura, livros de artista, cerâmica, desenho performativo.
De 1994 até à data tem promovido diversas exposições individuais e coletivas pelo país.

sábado, 31 de maio de 2014

EVENTOS PARA O MÊS DE JUNHO 2014

quarta-feira, 28 de maio de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “O APOJO DAS NINFAS”

"O apojo das ninfas" de DANYEL GUERRA
“Mais vale cair em graça do que ser engraçado", sugere um ditado popular da Língua Portuguesa. É também esse o caso exemplar das grandes figuras femininas duplamente retratadas neste livro de Danyel Guerra. Esta coletânea de 94 pp., editada pelo selo Aleph, abarca gêneros tão diversos e afins como entrevistas, crônicas, cronicontos, um conto e um poema-tributo, narrativas dimensionadas sob o signo da arte do encontro e do reencontro.
Todas são mulheres cheias de graça, que caíram em graça, mas também são engraçadas, no ótimo sentido do termo. Elas respondem pelos nomes de Natália Correia, Helena Sá e Costa, Nara Leão, Ana Paula Miranda, Valeria Mazza, Brasília, Marília de Dirceu, Claudia Cardinale, Helô Pinheiro, Ângela Rô Rô, Françoise Dorléac, Anicée Alvina e Hilda Hilst. Na abertura de cada texto, as protagonistas aparecem ilustradas pelo risco  da designer gráfica Raquel Pinto.”

segunda-feira, 26 de maio de 2014

BIBLIOTECA MUNICIPAL CONQUISTA PRÉMIO INTERNACIONAL COM “SACA DO PÃO D’AVÓ”

Montagem criada BloggifA Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva foi a vencedora da 5ª Edição da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (EWWR 2013).
O evento teve o alto patrocínio do Comissariado Europeu para o Ambiente na categoria de “OUTROS” com o Projeto “A SACA DO PÃO D’AVÓ” na cidade de Espinho, semana esta que decorreu entre os dias 18 e 23 de Novembro de 2013.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

LANÇAMENTO DO LIVRO "À CONTA DA FAMÍLIA"


Marlene Silva nasceu em Espinho a 18 de novembro de 1979. Cresceu no bairro de pescadores da cidade, para onde voltou aos 31 anos. O amor pelos animais fê-la sonhar em ser veterinária quando fosse grande, mas a primeira guerra do Golfo, e a visibilidade que esta adquiriu graças aos meios de comunicação social, alterou-lhe os planos. Ser jornalista passou a ser o seu grande objetivo... até o conseguir. Em 2006, começou a trabalhar como assessora de comunicação, atividade que ainda hoje desempenha. Depois de seis anos a viver no Porto, decidiu regressar em 2010 ao seu porto de abrigo, Espinho. Aqui, sente-se inspirada para continuar com a coleção "À conta de..."

terça-feira, 13 de maio de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "INFERNO NO VATICANO" DE FLÁVIO CAPULETO

Adiada para data a anunciar
Dia 17 de maio | 15:30 horas
“É o mais novo romancista português: tem 71 anos e Inferno no Vaticano é o seu grande romance, a aposta da sua vida. Estudante vagabundo, autodidata convicto, leu Romeu e Julieta aos 11 anos, o que explica a mudança do apelido para Capuleto.
Leu muito, viveu mais: de um escritório de advogados a soldado em Angola, passando por uma fábrica de malas de viagem, fez tudo até ser dono de um aviário de frangos. Fartou-se. Não queria frangos, queria livros. Começou por vendê-los, como distribuidor, às livrarias. Decidiu, agora, escrevê-los e é como se a sua vida começasse de novo."

segunda-feira, 5 de maio de 2014

EXPOSIÇÃO "O DOURO NOS CAMINHOS DA LITERATURA: AQUILINO RIBEIRO




O projeto "O Douro nos caminhos da literatura" cuja concepção e execução é da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Norte tem como tema central o património literário da região duriense, em particular aquele que tem vindo a ser criado pelos múltiplos escritores, com relevo no panorama da história da Literatura Portuguesa, que tiveram as suas raízes de nascimento e de vida na região do Alto Douro Vinhateiro.
Assim, foi produzida uma série de 7 documentários, em suporte DVD, todos eles dedicados a escritores durienses, série essa que designámos "O Douro nos caminhos da Literatura". Foram contemplados os seguintes escritores: Miguel Torga; João de Araújo Correia; Aquilino Ribeiro; Guerra Junqueiro; Trindade Coelho; Pina de Morais e Domingos Monteiro.

terça-feira, 29 de abril de 2014

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "AMAR DEPOIS DE AMAR"

“O romance “Amar Depois de Amar” é a terceira obra publicada por Nuno Meireles que, para além de escritor, é também licenciado em engenharia informática, mestre em sociologia e doutorando em sociologia.

Inspirado no amor proibido entre Romeu e Julieta, “Amar Depois de Amar” retrata a história amorosa de dois jovens de duas famílias rivais, que apesar da rivalidade familiar, lutam pela união do seu relacionamento. Os protagonistas do enredo, Marina e Eduardo, casam-se e vão de lua-de-mel para Paris. No entanto, a felicidade deste amor acaba por ter um revés. Eduardo é brutalmente assassinado e Marina, angustiada e completamente perdida, tenta o suicídio, mas em vão, acabando por ser salva por um desconhecido. O enredo deste romance está repleto de mistério, amor, mortes, intrigas, reencontros com o passado e vinganças. Portador de paralisia cerebral, Nuno Meireles nasceu em dezembro de 1976 e já publicou outros romances: “A Vida e Eu” (romance autobiográfico, 2007) e “Duas Vidas e um Destino” (2011).”

MÚSICA PARA BEBÉS & PAPÁS



Dia 3 de maio | 11:00 horas
“Fazer música com bebés & papás é antes de mais uma sessão de partilha e sociabilização.
Os bebés e respetivos acompanhantes são expostos a um ambiente musical rico, de qualidade, variado em timbres e estilos musicais, com vista à aquisição de um vocabulário e repertório musical.
A música e as histórias sonoras contadas transportam-nos para um mundo de fantasia, proporcionando momentos inesquecíveis.
Através da observação, da imitação e da experimentação ao longo da sessão os bebés desenvolvem principalmente a perceção sensorial, a linguagem gestual, a coordenação motora e posteriormente e consequentemente, a construção de conceitos de propriedades do som como forte e fraco, rápido e lento, timbres, noção de pulsação, grave e agudo.
O bebé aprende mais através da voz humana direta do que por gravação áudio, aprende em relação afetiva, aprende por contraste tímbrico e dinâmico, aprende associando o som ao movimento fluído e relaxado alternado com o de pulsação, aprende associando o som ao estímulo visual não sonoro, aprende com a variedade métrica e tonal, aprende com o contraste entre som/silêncio, aprende mais se o que ouve estiver associado a sílabas neutras e menos a palavras. “
Público-alvo: dos 0 aos 36 meses | Sessões mensais, sempre no 1º sábado
Inscrições prévias
Custos: €7,5 bebe e acompanhante | €2,5 acompanhante extra

terça-feira, 22 de abril de 2014

ILUSTRE SÁBADO


sexta-feira, 11 de abril de 2014

PALESTRA "MÊS DA SAÚDE E DA PREVENÇÃO"


quarta-feira, 2 de abril de 2014

EVENTOS DO MÊS DE ABRIL 2014

terça-feira, 25 de março de 2014

OFICINA DE EXPRESSÃO PLÁSTICA

Oficina orientada pela ilustradora Isabel Pelaez com periodicidade mensal (último sábado).
Público-alvo: Crianças dos 4 aos 10 anos e público em geral
Custo: 7,50 euros por participante.
(no caso das crianças – dos 4 aos 6 anos – o valor indicado será válido para uma criança + um familiar acompanhante).
Inscrições prévias através do email: bme@cm-espinho.pt ou telefone 227335869.
Sala de Expressão da Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva

sábado, 22 de março de 2014


sexta-feira, 7 de março de 2014

PALESTRA "LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO"


Hoje dia 8 de março 2014 pelas 15 horas, terá lugar na Biblioteca Municipal, mais uma palestra promovida em parceria com a Liga Portuguesa Contra o Cancro. Desta vez o tema é o Cancro da PróstataA palestra será dirigida pela Dr.ª Ana Luísa Teixeira.


sábado, 1 de março de 2014

ATIVIDADES PARA O MÊS DE MARÇO

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

OFICINA DE ILUSTRAÇÃO

Isabel Pelaez


Arquiteta, licenciada pela FAUP e professora de EV e ET no 2º ciclo do Ensino Básico. 
Começou o seu percurso em ilustração infantil e para adultos em 2003 com o primeiro livro que ilustrou “Bichos na palma da mão”, tendo continuado a publicar regularmente desde então. 
Conta com mais onze títulos editados. Tem participado em diversas exposições coletivas no Porto, S. João da Madeira, Braga e Coimbra.
Tem dinamizado oficinas de ilustração para crianças, jovens e adultos em escolas, bibliotecas ou em atividades como apresentação de livros e Feiras do Livro. 
É coorientadora, com a professora Cândida Ribeiro, das horas do conto “Há histórias à quarta” e “A magia das palavras lidas e ilustradas” na Biblioteca Municipal de Espinho, nas oficinas de ilustração para crianças frequentadoras da biblioteca e alunos das escolas de Espinho respetivamente. 

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

CONTOS E CANTOS INTEMPORAIS

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

PALESTRA "A ARTE SURDA"


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

INTERNET SEGURA

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

PALESTRA "A GRANDE LUTA DOS PEQUENOS"


domingo, 2 de fevereiro de 2014

ATIVIDADES MÊS DE FEVEREIRO

domingo, 26 de janeiro de 2014

Desafio "SABES A RESPOSTA"

A Biblioteca Municipal José Marmelo Silva vai organizar um desafio denominado "Sabes a resposta?" tendo como objetivo a divulgação dos escritores de Espinho e do que sobre esta localidade se escreveu e continua a escrever.

Pretende-se divulgar, por um lado, o fundo local e os serviços que a biblioteca dispõe e, por outro, o Museu Municipal de Espinho, dois dos equipamentos culturais que o município tem para oferecer.

Para concorrer terá de: 
  • ter mais de 15 anos, 
  • ter um email ativo, 
  • estar inscrito na biblioteca como leitor e ter a sua situação regularizada.

Aos sábados entre fevereiro e junho de 2014, estará disponível no blog da biblioteca uma questão sobre os temas atrás referidos. Assim, as 3 primeiras respostas corretas registadas no formulário do concurso, serão premiadas com uma entrada para 2 pessoas no Museu Municipal de Espinho todas as semanas.

Para concorrer basta aceder ao blog da Biblioteca, e na aba DESAFIO responder à questão colocada.

As 3 respostas certas serão contactadas via email para receber o seu prémio.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

OFICINA DE ILUSTRAÇÃO


terça-feira, 14 de janeiro de 2014

CONTOS E CANTOS INTEMPORAIS



sábado, 11 de janeiro de 2014